Kennedys divulga resultados financeiros

A Firma anuncia mais um ano de forte crescimento e aposta na inovação

A Kennedys acaba de divulgar os seus resultados financeiros relativos ao ano de 2019/2020. A Firma inglesa, que tem representação em Portugal desde 2011, reportou uma faturação recorde de £238M (aproximadamente €265M), o que corresponde a um acréscimo de 9% face aos 12 meses anteriores. Para estes valores, muito contribuiu o crescimento dos escritórios localizados na América Latina e na Europa, onde o Reino Unido (que incorporou, no verão passado, uma equipa de 12 advogados oriundos da Norton Rose Fulbright) e Portugal (que integrou, em setembro de 2019, a firma liderada por Nuno Maldonado Sousa) se destacaram pelo seu desempenho particularmente positivo.

 

Os resultados da Kennedys, quer localmente, quer a nível gobal, são francamente positivos, contudo, a situação pandémica que atravessamos obriga-nos a encarar o futuro com um otimismo moderado

Paulo Almeida, Sócio

No ano fiscal que terminou a 31 de maio de 2020, a Sociedade registou ainda um crescimento de 7% do seu headcount a nível mundial, elevando o seu número de advogados para 2150. O escritório de Lisboa conta com cerca de uma dezena de advogados (2 dos quais, Sócios).

O ano de 2019/2020 fica ainda marcado pelo investimento significativo efetuado pela Kennedys em inovação. O lançamento da Plataforma IQ (uma plataforma que suporta um conjunto de ferramentas inteligentes que fazem a gestão de processos de reclamações, sinistros e ações do mercado segurador) bem como a parceria estabelecida com a UCL - University College London para o desenvolvimento de uma ferramenta analítica do risco eminente para as seguradoras, são disso um bom exemplo.

Segundo Paulo Almeida, Sócio responsável pela atividade da Firma em Portugal: “Os resultados da Kennedys, quer localmente, quer a nível gobal, são francamente positivos, contudo, a situação pandémica que atravessamos obriga-nos a encarar o futuro com um otimismo moderado”. E acrescenta: “Não obstante, estou certo que continuaremos fiéis à nossa estratégia de crescimento e de forte aposta na inovação”.